Você já reparou que quase toda escola de dança possui uma sala com espelho? Já se perguntou por quê?

A resposta pode ser técnica para muitas pessoas: “para que o professor possa enxergar a todos os alunos e o aluno ao professor, tendo como referência a mesma direção”. Porém, você já parou para pensar que, estar na frente de um espelho, numa aula de dança, proporciona uma simples, porém fantástica, oportunidade de enxergar a si mesmo de uma maneira totalmente diferente?

Já ouvi de muitas pessoas, e inclusive eu mesma, como aluna e professora, sempre espalhei por aí, que “a dança é uma poderosa ferramenta de autoconhecimento”. No entanto, parei esses dias para ir mais a fundo nesse pensamento. Seguem, então, algumas constatações:

Você passa a se olhar com mais atenção

Ao deparar-se diante do espelho, você olha o professor, com o intuito de entender e reproduzir seus movimentos, mas, em seguida, você necessariamente precisa SE OLHAR. No meu entendimento, a “mágica” começa aí.

Você descobre que é capaz

Você se dá conta de que é capaz de realizar coisas com o seu corpo, que você nem imaginava que conseguiria. Talvez, você que nunca dançou, pode estar pensando “ah, mas EU não seria capaz”. Posso responder com toda certeza: a menos que você tenha uma limitação física muito grave, como uma paralisia, por exemplo, você é capaz sim! rs

Você aprende mais sobre sua personalidade

Depois de um tempo de prática, você consegue enxergar sua personalidade impressa na sua dança. Dessa maneira fica fácil de entender seus próprios padrões comportamentais. Como eu sou na dança? Delicada? Intensa? Precisa? Forte? Sensual? Bem humorada? Certamente minha dança estará refletindo quem eu sou na vida, trazendo à tona características da minha identidade. Que maravilha ter acesso a todo esse material a nosso respeito, para que possamos tanto passar a respeitar nossas limitações, quanto transformar aquilo que queremos melhorar!

Você reserva um tempo só pra você

Aprender a dançar exige concentração, é quase uma meditação! Você precisa FOCAR EM VOCÊ mesmo(a), se não, não consegue realizar o passo. Já tentou realizar um pas de bourrée enquanto pensa na conta que tem pra pagar? A menos que tenha muito tempo de prática, seria uma missão impossível, rs. Ainda mais nos dias atuais, ter um tempo para observar a si, e ao que a sua alma ou essência (como preferir chamar) têm a dizer através corpo, chega a ser uma benção!

Ai, ai… E pensar que o autoconhecimento é apenas um dos inúmeros benefícios que a dança proporciona. *-*

E você? Aposto que, se você já praticou uma dança, teria muito que contar sobre como pôde se conhecer melhor através dessa prática… E se nunca praticou, quais são as suas expectativas? De uma forma ou de outra, vou adorar saber, então fique a vontade para deixar o seu comentário aqui abaixo 👇🏻

Namastê!