bem estar

Reviravoltas da vida

Sabe quando milhares de coisas acontecem ao mesmo tempo, ruins e inclusive boas, mas que todas elas exigem de nós agir sob muita pressão? É a sensação de estar bem no meio do olho do furacão, com todas as nossas estruturas abaladas. Vamos chamar isso de “reviravoltas da vida”.

Bom, o texto e vídeo de hoje é um desabafo. Quem me segue nas redes sociais deve ter percebido que eu dei uma boa sumida nos últimos tempos. E isso aconteceu por que estou justamente passando por um momento desses!

Término de namoro, funcionário pedindo desligamento da empresa, a notícia (surpresa) de uma viagem, muita coisa dentro de mim sendo ainda processada, depois que eu finalizei o curso de coaching…

Já está claro pra mim que estou encerrando um clico em minha vida, e iniciando outro.

Nessas horas, chega a passar pela nossa cabeça que não iremos aguentar tanta coisa ao mesmo tempo! No entanto, conforme a poeira vai assentando, tudo vai se ajustando e você percebe que tudo tem um porquê de acontecer naquele momento.

arcano XVI – A Torre

Isso me faz lembrar muito da carta da Torre do tarot, que representa uma torre desabando. É a total aniquilação das nossas estruturas, incluindo a nossa base, nosso chão. Porém, ela também representa o “construir do zero”, iniciar um processo de formar novos alicerces, mais ricos e positivos para a nossa vida.

Uma das coisas que eu aprendi com esta reviravolta, é que é importante sim respeitar os momentos de reflexão e interiorização que essas situações provocam. No entanto, é importante também se permitir expressar os sentimentos para não implodir ainda mais. E parar para compartilhar essas experiências com outras pessoas é uma ótima maneira de dar vazão a tudo isso.

É isso que estou me permitindo fazer agora, compartilhar minhas dores e aprendizados com vocês. Por esse motivo sou eternamente grata a cada um que lê esse texto, assiste ao vídeo e me apóia de alguma forma.

Desejo a cada um muita força e muita fé em seus momentos de reviravolta!

Namastê.

3 dicas incríveis pra você começar a meditar AGORA

E aí, pessoal, como passaram a virada do ano? Fizeram o exercício que propus no post passado, para fechar 2018 e começar 2019 com tudo? Se não fizeram, ainda dá tempo 😉

Agora vamos ao assunto de hoje… Meditação!

Você é daquelas pessoas que já tentou várias vezes começar a meditar e desistiu? Ou acha que meditação não é pra você? Bem, então tenho certeza que as dicas abaixo vão te ajudar:

1. Estabeleça uma meta de tempo realista

Sempre ouvi dizer que a duração ideal para a meditação seria algo em torno de 20 e 30 minutos. No entanto, as vertentes mais modernas, como o mindfullness, assumem que é preferível meditar por apenas 3 minutos, por exemplo, do que nunca meditar! Dessa maneira, se seu tempo disponível para a prática é um impeditivo, então agora não é mais, rs.

E se a sua dificuldade é conseguir ficar parado(a) por muito tempo, uma ótima sugestão é começar meditando por 3 ou 5 minutos e ir aumentando esse período aos poucos.

2. Sente-se da forma mais confortável pra você

Muita gente considera impossível meditar pelo motivo de não conseguir sentar-se no chão com as pernas cruzadas. Se isso é uma dificuldade para você, saiba que é absolutamente possível meditar em qualquer postura. O que acontece é que algumas posturas favorecem mais a prática do que outras.

Uma boa alternativa é sentar-se em uma cadeira, ou sofá, com as pernas relaxadas para baixo, as costas eretas, porém sem apoiar a cabeça no encosto. Evite meditar deitado(a). Em ambos os casos, com a cabeça apoiada ou deitado(a) é muito provável que você caia no sono, e esse não é o objetivo da meditação! Kkkk

3. Não brigue com seus pensamentos

Já ouvi taaaanta gente dizer que não consegue meditar porque não consegue ficar sem pensar! Acredite, meditar não é o mesmo que eliminar os pensamentos.

A dica é: comece observando a sua respiração, a entrada e saída do ar pelas narinas, a movimentação do seu abdômen ou peito. Quando os pensamentos começarem a invadir a sua mente, observe-os também! É tão raro hoje em dia os momentos em que conseguimos parar para observar o que a nossa mente anda produzindo, que a oportunidade de olhar para seus pensamentos é uma grande benção! Observe como quem olha de fora, com curiosidade e generosidade, e bem tranquilamente volte a focar na sua respiração. Faça isso quantas vezes for necessário durante a prática, sem se irritar e desistir por esse motivo.

Espero de coração que eu tenha ajudado vocês com essas dicas. Lembre-se que a meditação ajuda muito em momentos de estresse, porém, os benefícios se multiplicam quando tornamos essa prática regular!

Um enorme abraço a todos e Namastê 🙂

Expectativa X Realidade

E finalmente aconteceu o nosso grande espetáculo deste ano: Os Extraordinários!

Só posso dizer que foi realmente incrível e que os feedbacks foram os melhores possíveis. Foi lindo ouvir dos alunos que eles estão gratos pela transformação que as aulas proporcionaram às suas vidas!

Pensando em tudo isso, fiz uma reflexão que eu gostaria de compartilhar com vocês…

Sabe aquela brincadeirinha que rola pela internet, sobre expectativas x realidade? Pois é, posso dizer que o que acontece nesses espetáculos normalmente é o inverso. As pessoas criam uma expectativa de que irão pagar algum tipo de mico no palco, de que irão errar tudo, ter um branco. No entanto, por fim sai tudo lindo, e elas mesmas se surpreendem com a própria superação.

Isso mostra que essas pessoas são reais, com dificuldades reais, que têm medo como todas as outras. Porém, o que as diferenciam das demais, é que, apesar de tudo, elas dão uma chance a si mesmas!

Fico realmente muito feliz em ver que esses alunos se permitiram passar pela experiência, e conseguiram perceber que são capazes de realizar coisas extraordinárias.

Por esse motivo, gostaria de dizer, principalmente a você, que ainda não tomou coragem de se apresentar, ou até mesmo você que nem se permitiu fazer uma aula:

Faça! Se jogue! Não deixe que seus medos e inseguranças te impeçam de desfrutar momentos especiais como esses. Tenho certeza de que irá se surpreender com aquilo que você é capaz de fazer!

Parabéns mais uma vez aos Extraordinários. Grande beijo a todos e… Namastê!

Yoga não é pra mim

Porque algumas pessoas acham que a prática da Yoga não é pra elas?

Costumo dizer que a Yoga simula a própria vida. Ela é feita tanto de momentos que exigem força, resistência, flexibilidade, equilíbrio, quanto de momentos de relaxamento. Pense quão maravilhoso seria poder passar por cada um desses momentos da vida com serenidade. Pois é, é isso o que a Yoga propicia e que você está perdendo a chance de usufruir!

Não estou dizendo que é fácil, que basta começar a praticar para conquistar a plenitude. Mas digo com convicção que, desde que você compreenda o segredo da Yoga, logo irá perceber os benefícios.

O segredo não está naquelas posturas que vemos, onde as pessoas parecem ter dado um nó, ou que parecem ser super acrobáticas. O segredo está em saber parar, focar a atenção em si mesmo, manter a respiração consciente e tranquila, e buscar relaxar a mente durante o esforço. É o tal do equilíbrio entre o corpo e a mente que sempre ouvimos falar.

Quanto mais difícil o asana, mais dificuldade eu vou ter em controlar tudo isso. Mas pra quê me preocupar em fazer uma inversão sobre a cabeça, por exemplo, se eu tenho dificuldade em apenas sentar e parar para observar minha respiração?

Aqueles que dizem “Yoga não é pra mim, por que eu sou muito agitado” são, muitas vezes, os que mais precisam de Yoga!

Se eu puder te dar uma dica valiosa, essa dica é: Reserve um tempo pra você parar e se observar. Acredite, isso não é perda de tempo! Você não precisa estar o tempo todo produzindo, fazendo coisas, sendo útil para os outros. A vida não é essa correria desenfreada, tem que haver algo além disso tudo. Esse algo está dentro de você, e só pode ser encontrado se você souber silenciar o barulho, externo e interno também.

Você está com sobrepeso? A Yoga pode te ajudar a perder peso e te manter saudável. Você está sedentário(a)? A Yoga é altamente indicada. Tem pressão alta ou algum problema de coluna ou articular? A Yoga é facilmente adaptável para o seu caso. Se acha muito velho(a) para começar? Saiba que muitos são os benefícios da prática para a terceira idade. Sofre de insônia, estresse, ansiedade e crises de pânico? Tenho certeza de que vai encontrar na Yoga uma arma valiosa contra esses males. Seja qual for a sua desculpa, saiba, a Yoga é sim pra você!

Namastê 🙂

Como acabar com o bloqueio mental usando os Mapas Mentais

Você já sentiu que não consegue ir em frente com algum projeto por bloqueio mental? Algum texto ou ideia que não consegue desenvolver, por não conseguir clarear os pensamentos?

Há um bom tempo atrás eu descobri, sem querer, uma técnica que tem me ajudado muito a superar os bloqueios mentais. Este post tem o intuito de compartilhar essa técnica com vocês!

Primeiramente, vale a pena saber que nossa mente pode operar de duas formas distintas: no modo difuso ou no modo focado. O modo focado é o modo analítico, racional, ou seja, que exige total concentração de pensamento. Já o modo difuso é um estado de pensamento mais relaxado, e é nesse modo que, normalmente, operamos a nossa mente de maneira criativa.

O Clustering, ou Mind Mapping (Mapa Mental), é uma forma de registro de pensamentos no modo difuso.

Para colocar essa ferramenta em prática, basta papel, caneta e seguir conforme abaixo:

1. Coloque a folha na horizontal. Quando o papel está na vertical, você se limita a seguir apenas uma direção na sua escrita, uma vez que seu cérebro te induz a dissertar ou escrever uma lista. Por outro lado, com o papel na Horizontal, nós temos múltiplas possibilidades de direção.
2. Escreva o assunto no centro da folha, com um círculo em volta.
3. Ao redor da folha, escreva qualquer coisa que lhe venha à mente sobre o tema. Procure não julgar o que está escrevendo, não existe certo ou errado, apenas deixe fluir!

Encontrei nessa ferramenta uma ótima forma de aliviar a mente do estresse causado pelo bloqueio. Uso ela pra tudo, projetos pessoais, profissionais, bem como para assuntos de ordem emocional com os quais não estou sabendo lidar. Espero que te ajude também! 🙂

Ah! E quer saber como conheci o Clustering?

Foi através do material de apoio do curso online “Learning How To Learn”, que recomendo fortissimamente. Segue o link caso queira acessar: https://www.coursera.org/learn/learning-how-to-learn

Namastê e até a próxima.

Abrir Chat
Como posso ajudar?