coragem

Qual é a sua tribo?

Se eu te perguntar “Qual é a sua tribo?”, você saberá responder?

A necessidade de pertencer a um grupo sempre foi objeto de estudo através da história. O psicólogo Abraham Maslow, conhecido pela Teoria da Hierarquia das Necessidades Humanas, mais conhecida como Pirâmide de Maslow, é um dos exemplos.

Todos nós temos necessidades sociais, de amor e de afeição. No entanto, podemos encontrar algumas armadilhas na tentativa de pertencer a um grupo. Uma delas é quando perdemos nosso tempo nos esforçando para ser alguém que não somos, para que sejamos aceitos.

No vídeo de hoje, para ilustrar essa situação, me utilizei da interpretação do arquétipo do Patinho Feio, contida no Livro “Mulheres que correm com os lobos”, de Clarissa Pinkola Estés.

Ela propõe que você se imagine sendo um cisne que tenta ser um rato. Imagine você tendo que fingir sendo bem pequeno e cinzento, imagine você tendo uma calda comprida, e tendo que andar como um rato. Seria bem difícil, não é mesmo? Porém é assim que agimos muitas vezes, no intuito de atender às expectativas alheias.

Na estória, o Patinho Feio passa um bom tempo vagueando, instintivamente em busca da sua verdadeira família. E é o que Clarissa propõe como alternativa: gastar seu tempo buscando a sua tribo é melhor do que passar uma eternidade tentando ser quem você não é!

Mas, e como saber qual é a sua tribo?

Primeiro se conheça, tenha clareza de quais são as coisas que te atraem, e vá em busca delas. Será inevitável que se depare com pessoas que estão buscando as mesmas coisas e, portanto, terão afinidades com você.

Aqui na Mandala temos inúmeros exemplos de pessoas que vieram procurar por uma atividade física, ou um desafio, ou uma maneira de se expressar, e acabaram formando verdadeiras comunidades!

Não tenha medo de seguir a sua intuição, de ir atrás daquilo que você gosta. Não se importe com os comentários das pessoas que tentam te frustrar. Certamente elas não fazem parte da sua tribo, e não há mal nenhum nisso. Somente significa que é difícil pra elas entenderem a importância daquilo pra você. Simplesmente agradeça o comentário, siga em frente com os seus sonhos e procure a sua tribo!

Namastê 🙂

3 Dicas para te encorajar a perseguir seus sonhos

No vídeo de hoje eu trouxe uma convidada especial, e juntas daremos 3 dicas para te encorajar a perseguir seus sonhos!

A Carla Yumi Takushi é professora de circo infantil aqui da Mandala, e também é arquiteta de formação e designer. Recentemente ela saiu do seu emprego para trabalhar como designer freelancer.

Tive a oportunidade de acompanhar esse processo de perto, e posso dizer que foi bem parecido com o que eu passei (assista o vídeo onde conto sobre a minha estória). Por esse motivo não tinha como não incentivá-la a perseguir esse sonho!

Bem, por termos passado pela mesma experiência, concordamos que não é de uma hora para a outra que tudo acontece. Foi daí que surgiu a nossa primeira dica:

1ª dica – Saiba que é um processo longo!

Por mais contra intuitivo que pareça ser, saber que será um processo longo fará você sentir mais tranquilidade. Sabe por quê? Porque você não irá desanimar diante dos primeiros desafios. E acredite, muitos desafios irão surgir, eles fazem parte desse processo!

É muito frustrante comparar o seu bastidor com o palco dos outros, não faça isso. A pessoa que alcançou o sucesso em alguma área da vida dela certamente batalhou muito pra chegar lá, e assim será com você. Faça a você mesma quantas perguntas forem possíveis para obter clareza sobre o seu momento atual, e o que deve ser feito para alcançar seu objetivo. Assim você estará cada vez mais confiante a respeito da viabilidade do seu sonho!

2ª dica – Compartilhe suas vontades

Compartilhar seu sonho com alguém fará com que você reforce o seu desejo. É como se, aos poucos, ele ficasse mais palpável a cada vez que você verbaliza suas ideias. Além disso, oportunidades de parceria podem surgir dessas conversas, ou até mesmo você poderá receber ajuda de algum amigo.

3ª dica – Fique atento às oportunidades

Qualquer coisa pode se tornar uma inspiração quando você sabe o que quer. Sabe quando você, por exemplo, pensa que gostaria de ter um carro da marca X e, de repente, começam a surgir vários carros X desses na sua frente? É mais ou menos assim que deve ser. Fique atenta à tudo aquilo que tenha a ver com a sua ideia, confie na sua intuição para saber a hora de abraçar uma oportunidade ou de descartar aquilo que você acha que vai contra.

É isso, pessoal! Esperamos que tenham gostado das dicas 🙂

E eu espero poder logo fazer mais vídeos como esse, com convidados, pois é incrível essa energia de troca e as sacadas que surgem <3

Um grande beijo a todos e até a próxima.

Namastê!

O que é Extraordinário pra você?

Tomar a iniciativa de cuidar de nós mesmos e priorizar nossas vontades, nem sempre é uma tarefa fácil.

É muito comum ensaiarmos uma vida inteira pra começar a fazer uma aula de dança, ou o que quer que seja, pois muitas vezes colocamos na cabeça que somos muito velhos pra isso, ou que a vida está muito corrida e não há tempo para “regalias”.

Assim o tempo vai passando, sem nos permitirmos ao menos experimentar fazer algo novo

É por isso que vejo tanto de extraordinário em quem toma a iniciativa de dar atenção ao que o seu corpo e a sua alma estão pedindo!

Fazer algo desafiador pela primeira vez e acreditar que sim, você pode, exige uma boa dose de coragem.

No entanto, não tenho dúvidas que basta apenas um passo, para que consigamos perceber uma incrível e importante transformação acontecer!

Pra quem não sabe, OS EXTRAORDINÁRIOS será o tema do nosso próximo espetáculo, mais um lindo projeto da Mandala e seus professores, carinhosamente abraçado pelos alunos.

E só de parar pra pensar no impacto positivo que provocamos  na vida de todas essas pessoas, e no quanto as vejo crescendo a cada dia através da arte e dos laços de amizade que construímos aqui, tenho certeza de que isso faz de nós uma família EXTRAORDINÁRIA!

E pra você? O que é extraordinário?

Larguei a carreira pública para empreender

Olá! Este é meu primeiro vídeo do canal do Essencialize-se no Youtube *-*. Nele conto de maneira resumida a transformação pela qual passei até decidir empreender.

Só pra ilustrar, enumerei abaixo alguns dos pontos importantes que levantei e que podem te ajudar, caso você também esteja no processo de busca pelo seu propósito de vida:

– Quando não sabemos onde queremos chegar, qualquer caminho servirá. Portanto, vale a pena investir tempo pra pensar “O que eu quero?“, “Aonde eu quero chegar?“.

– Se você não sabe o que quer, uma boa forma de começar a descobrir é definindo aquilo que você NÃO quer.

– Crie o hábito de se perguntar sempre “Isso faz sentido para mim?“.

– Não deixe que o medo de dar o primeiro passo te paralise. Pense que será muito pior ter que olhar para trás, e ver que você perdeu a chance de transformar a sua vida para melhor!

– Crie alternativas de resposta para a pergunta “E se der tudo errado?“. Essa é uma ótima forma de afastar o medo, uma vez que faz você perceber que tem controle sobre o rumo da sua vida.

– E, acima de tudo, lembre-se: manter-se positivo é essencial!

É isso pessoal, espero que tenham gostado da minha história e também das dicas <3

Namastê!