saúde mental

3 dicas incríveis pra você começar a meditar AGORA

E aí, pessoal, como passaram a virada do ano? Fizeram o exercício que propus no post passado, para fechar 2018 e começar 2019 com tudo? Se não fizeram, ainda dá tempo 😉

Agora vamos ao assunto de hoje… Meditação!

Você é daquelas pessoas que já tentou várias vezes começar a meditar e desistiu? Ou acha que meditação não é pra você? Bem, então tenho certeza que as dicas abaixo vão te ajudar:

1. Estabeleça uma meta de tempo realista

Sempre ouvi dizer que a duração ideal para a meditação seria algo em torno de 20 e 30 minutos. No entanto, as vertentes mais modernas, como o mindfullness, assumem que é preferível meditar por apenas 3 minutos, por exemplo, do que nunca meditar! Dessa maneira, se seu tempo disponível para a prática é um impeditivo, então agora não é mais, rs.

E se a sua dificuldade é conseguir ficar parado(a) por muito tempo, uma ótima sugestão é começar meditando por 3 ou 5 minutos e ir aumentando esse período aos poucos.

2. Sente-se da forma mais confortável pra você

Muita gente considera impossível meditar pelo motivo de não conseguir sentar-se no chão com as pernas cruzadas. Se isso é uma dificuldade para você, saiba que é absolutamente possível meditar em qualquer postura. O que acontece é que algumas posturas favorecem mais a prática do que outras.

Uma boa alternativa é sentar-se em uma cadeira, ou sofá, com as pernas relaxadas para baixo, as costas eretas, porém sem apoiar a cabeça no encosto. Evite meditar deitado(a). Em ambos os casos, com a cabeça apoiada ou deitado(a) é muito provável que você caia no sono, e esse não é o objetivo da meditação! Kkkk

3. Não brigue com seus pensamentos

Já ouvi taaaanta gente dizer que não consegue meditar porque não consegue ficar sem pensar! Acredite, meditar não é o mesmo que eliminar os pensamentos.

A dica é: comece observando a sua respiração, a entrada e saída do ar pelas narinas, a movimentação do seu abdômen ou peito. Quando os pensamentos começarem a invadir a sua mente, observe-os também! É tão raro hoje em dia os momentos em que conseguimos parar para observar o que a nossa mente anda produzindo, que a oportunidade de olhar para seus pensamentos é uma grande benção! Observe como quem olha de fora, com curiosidade e generosidade, e bem tranquilamente volte a focar na sua respiração. Faça isso quantas vezes for necessário durante a prática, sem se irritar e desistir por esse motivo.

Espero de coração que eu tenha ajudado vocês com essas dicas. Lembre-se que a meditação ajuda muito em momentos de estresse, porém, os benefícios se multiplicam quando tornamos essa prática regular!

Um enorme abraço a todos e Namastê 🙂

Como acabar com o bloqueio mental usando os Mapas Mentais

Você já sentiu que não consegue ir em frente com algum projeto por bloqueio mental? Algum texto ou ideia que não consegue desenvolver, por não conseguir clarear os pensamentos?

Há um bom tempo atrás eu descobri, sem querer, uma técnica que tem me ajudado muito a superar os bloqueios mentais. Este post tem o intuito de compartilhar essa técnica com vocês!

Primeiramente, vale a pena saber que nossa mente pode operar de duas formas distintas: no modo difuso ou no modo focado. O modo focado é o modo analítico, racional, ou seja, que exige total concentração de pensamento. Já o modo difuso é um estado de pensamento mais relaxado, e é nesse modo que, normalmente, operamos a nossa mente de maneira criativa.

O Clustering, ou Mind Mapping (Mapa Mental), é uma forma de registro de pensamentos no modo difuso.

Para colocar essa ferramenta em prática, basta papel, caneta e seguir conforme abaixo:

1. Coloque a folha na horizontal. Quando o papel está na vertical, você se limita a seguir apenas uma direção na sua escrita, uma vez que seu cérebro te induz a dissertar ou escrever uma lista. Por outro lado, com o papel na Horizontal, nós temos múltiplas possibilidades de direção.
2. Escreva o assunto no centro da folha, com um círculo em volta.
3. Ao redor da folha, escreva qualquer coisa que lhe venha à mente sobre o tema. Procure não julgar o que está escrevendo, não existe certo ou errado, apenas deixe fluir!

Encontrei nessa ferramenta uma ótima forma de aliviar a mente do estresse causado pelo bloqueio. Uso ela pra tudo, projetos pessoais, profissionais, bem como para assuntos de ordem emocional com os quais não estou sabendo lidar. Espero que te ajude também! 🙂

Ah! E quer saber como conheci o Clustering?

Foi através do material de apoio do curso online “Learning How To Learn”, que recomendo fortissimamente. Segue o link caso queira acessar: https://www.coursera.org/learn/learning-how-to-learn

Namastê e até a próxima.

Abrir Chat
Como posso ajudar?