produtividade

Como acabar com o bloqueio mental usando os Mapas Mentais

Você já sentiu que não consegue ir em frente com algum projeto por bloqueio mental? Algum texto ou ideia que não consegue desenvolver, por não conseguir clarear os pensamentos?

Há um bom tempo atrás eu descobri, sem querer, uma técnica que tem me ajudado muito a superar os bloqueios mentais. Este post tem o intuito de compartilhar essa técnica com vocês!

Primeiramente, vale a pena saber que nossa mente pode operar de duas formas distintas: no modo difuso ou no modo focado. O modo focado é o modo analítico, racional, ou seja, que exige total concentração de pensamento. Já o modo difuso é um estado de pensamento mais relaxado, e é nesse modo que, normalmente, operamos a nossa mente de maneira criativa.

O Clustering, ou Mind Mapping (Mapa Mental), é uma forma de registro de pensamentos no modo difuso.

Para colocar essa ferramenta em prática, basta papel, caneta e seguir conforme abaixo:

1. Coloque a folha na horizontal. Quando o papel está na vertical, você se limita a seguir apenas uma direção na sua escrita, uma vez que seu cérebro te induz a dissertar ou escrever uma lista. Por outro lado, com o papel na Horizontal, nós temos múltiplas possibilidades de direção.
2. Escreva o assunto no centro da folha, com um círculo em volta.
3. Ao redor da folha, escreva qualquer coisa que lhe venha à mente sobre o tema. Procure não julgar o que está escrevendo, não existe certo ou errado, apenas deixe fluir!

Encontrei nessa ferramenta uma ótima forma de aliviar a mente do estresse causado pelo bloqueio. Uso ela pra tudo, projetos pessoais, profissionais, bem como para assuntos de ordem emocional com os quais não estou sabendo lidar. Espero que te ajude também! 🙂

Ah! E quer saber como conheci o Clustering?

Foi através do material de apoio do curso online “Learning How To Learn”, que recomendo fortissimamente. Segue o link caso queira acessar: https://www.coursera.org/learn/learning-how-to-learn

Namastê e até a próxima.

Como criar uma rotina e ser mais produtivo

Aqui estou eu novamente, e desta vez com uma dica sobre produtividade!

Algumas pessoas que não têm uma rotina definida se sentem deprimidas pelo fato de não conseguirem ser produtivas. Elas sabem que têm inúmeras tarefas a realizar, mas chegam ao final da semana com a sensação de que não saíram do lugar.

O que fazer, então?

A solução é bem simples: elaborar listas de tarefas.

A função das listas é justamente criar uma rotina para que as tarefas não fiquem soltas, sem uma data definida para que sejam executadas.

O ideal é que elas sejam escritas no dia anterior, ou você também pode fazer uma lista para a semana e depois ir distribuindo as tarefas pelos dias.

Que material usar?

Eu uso o Bullet Journal, que é um modelinho de caderno que combina organização pessoal com uma espécie de diário. Além disso, ele é totalmente modelável e eu particularmente adoro dar a ele um toque artístico! No entanto, você pode escolher usar uma agenda, um caderno de anotações ou até mesmo um bloco de notas.

Atenção: Não deixe que a escolha do tipo de caderno a ser usado se torne um empecilho para você fazer as listas! Como assim? Por exemplo: eu decidi por um bullet journal, mas não estou encontrando um com “a capa dos meus sonhos”. Pare de frescura e comece as listas nem que seja em um guardanapo! Enquanto isso então você pode procurar seu best bullet ever, kkkk

Viciando nas listinhas

Na medida em que você conseguir tornar isso um hábito, você irá perceber que o ato de “ticar” as tarefas se tornará viciante (no bom sentido, pois vai liberar uma boa dose de dopamina no seu organismo).

De maneira resumida, você se tornará cada vez mais produtivo, e por consequência mais feliz. E quanto mais feliz você se sentir, mais produtivo será, gerando um círculo super saudável pra sua vida!

Então é isso… espero que tenham curtido, e se quiserem compartilhar comigo quais as formas vocês adotam para se organizar, vou adorar saber!

Namastê <3

Abrir Chat
Como posso ajudar?