hábitos

Série GRATIDÃO #2 Gratidão pela sua história

Se você está chegando agora, recomendo primeiramente ler esse post aqui.
Caso já tenha lido, aí vamos com o segundo post da série GRATIDÃO…

Já parou pra pensar que só você é que sabe o que é ser VOCÊ?

As pessoas ao nosso redor, sobretudo as mais próximas, podem ter uma ideia da nossa história, no entanto, só nós sabemos o que é sentir as coisas do modo como nós sentimos.

Não sei você, mas quando eu penso em todos os desafios pelos quais passei na vida, todas as vezes em que continuei em frente, apesar do medo, desânimo e dificuldades, isso me faz me sentir, acima de tudo, mais forte.

Cada um de nós é moldado e transformado pelas experiências pelas quais passamos, sejam elas boas ou ruins. Cada um de nós está enfrentando uma batalha todos os dias. Cada um de nós está cometendo erros e acertos, e com isso se tornando hoje uma pessoa melhor do que ontem.

Pensando por esse lado, comparar o seu bastidor com o palco dos outros, por exemplo, parece ainda mais sem sentido. Ou seja, muito embora algumas pessoas tenham conquistado coisas incríveis para sua vida, não quer dizer que não tenham problemas e que não precisem se esforçar para viver em paz com os outros e consigo mesmas.

Sendo assim, que tal procurar trocar o sentimento de culpa e a autocrítica exagerada por um pouco de gratidão pela sua história?

Lembre-se de tudo o que você já fez e construiu. Além disso, pense em tudo o que ainda é capaz de realizar com tudo o que aprendeu e torne a sua vida mais POSITIVA!

Um grande abraço e até o próximo vídeo da série 🙂

Namastê!

Série GRATIDÃO #1 Por que ser grato(a)?

No ano de 2018, uma das minhas metas foi trabalhar o sentimento de gratidão. Para tanto, decidi fazer um simples exercício: anotar no meu bullet journal, ao final de todos os dias, as coisas pelas quais eu fui grata.

Dessa maneira, conforme fui incluindo na minha rotina o ato de agradecer, isso se tornou um hábito. Hoje eu não preciso mais anotar. Toda noite, ao deitar, relembro todas as principais coisas que me aconteceram durante o dia e agradeço mentalmente por ter tido a oportunidade de vivenciá-las.

Talvez você esteja se perguntando, mas por que sentir gratidão?

Uma vez eu gravei um vídeo e escrevi um post falando sobre um livro chamado “A Lei da Atração”. Esse livro explicava de forma bem simples que não é possível vibrar positivamente e negativamente ao mesmo tempo. Portanto, para eliminar um pensamento negativo, basta substituí-lo por um pensamento positivo.

Tá. Daí você vai me dizer: “Paula, desculpa, mas tem hora em que é impossível pensar em algo positivo”. A minha resposta é: “Bem, nem tanto”. Em resumo, é preciso treino para conseguir girar a chavinha com mais facilidade e, na minha opinião, a gratidão é um dos recursos mais eficazes a ser usado nesses momentos!

Vou exemplificar…

Digamos que você está passando por uma situação muito difícil e você sente que é impossível naquele momento enxergar aquilo tudo com sentimento de gratidão. Que tal começar a pensar em todas as outras coisas na sua vida pelas quais você pode ser grato(a)?

Ou seja, você não precisa, necessariamente, agradecer pelo que está acontecendo de ruim. Isso requer ressignificar a situação, o que pode ser bastante difícil, principalmente quando se está no olho do furacão. Porém, o fato de mudar o foco para algo que você pode ser grato(a) já vira a chavinha. Exercitando isso, certamente ficará cada vez mais fácil manter-se positivo.

Então, pensando na importância de nos mantermos mais positivos para convivermos em um mundo mais leve, resolvi gravar uma série de vídeos que falarão sobre coisas pelas quais nós podemos ser gratos. Espero que vocês estejam tão animados quanto eu para mergulhar de cabeça nessa jornada!

Até o próximo vídeo/post da série e… Namastê <3

Abrir Chat
Como posso ajudar?