bem estar

Dança e autoconhecimento

Você já reparou que quase toda escola de dança possui uma sala com espelho? Já se perguntou por quê?

A resposta pode ser técnica para muitas pessoas: “para que o professor possa enxergar a todos os alunos e o aluno ao professor, tendo como referência a mesma direção”. Porém, você já parou para pensar que, estar na frente de um espelho, numa aula de dança, proporciona uma simples, porém fantástica, oportunidade de enxergar a si mesmo de uma maneira totalmente diferente?

Já ouvi de muitas pessoas, e inclusive eu mesma, como aluna e professora, sempre espalhei por aí, que “a dança é uma poderosa ferramenta de autoconhecimento”. No entanto, parei esses dias para ir mais a fundo nesse pensamento. Seguem, então, algumas constatações:

Você passa a se olhar com mais atenção

Ao deparar-se diante do espelho, você olha o professor, com o intuito de entender e reproduzir seus movimentos, mas, em seguida, você necessariamente precisa SE OLHAR. No meu entendimento, a “mágica” começa aí.

Você descobre que é capaz

Você se dá conta de que é capaz de realizar coisas com o seu corpo, que você nem imaginava que conseguiria. Talvez, você que nunca dançou, pode estar pensando “ah, mas EU não seria capaz”. Posso responder com toda certeza: a menos que você tenha uma limitação física muito grave, como uma paralisia, por exemplo, você é capaz sim! rs

Você aprende mais sobre sua personalidade

Depois de um tempo de prática, você consegue enxergar sua personalidade impressa na sua dança. Dessa maneira fica fácil de entender seus próprios padrões comportamentais. Como eu sou na dança? Delicada? Intensa? Precisa? Forte? Sensual? Bem humorada? Certamente minha dança estará refletindo quem eu sou na vida, trazendo à tona características da minha identidade. Que maravilha ter acesso a todo esse material a nosso respeito, para que possamos tanto passar a respeitar nossas limitações, quanto transformar aquilo que queremos melhorar!

Você reserva um tempo só pra você

Aprender a dançar exige concentração, é quase uma meditação! Você precisa FOCAR EM VOCÊ mesmo(a), se não, não consegue realizar o passo. Já tentou realizar um pas de bourrée enquanto pensa na conta que tem pra pagar? A menos que tenha muito tempo de prática, seria uma missão impossível, rs. Ainda mais nos dias atuais, ter um tempo para observar a si, e ao que a sua alma ou essência (como preferir chamar) têm a dizer através corpo, chega a ser uma benção!

Ai, ai… E pensar que o autoconhecimento é apenas um dos inúmeros benefícios que a dança proporciona. *-*

E você? Aposto que, se você já praticou uma dança, teria muito que contar sobre como pôde se conhecer melhor através dessa prática… E se nunca praticou, quais são as suas expectativas? De uma forma ou de outra, vou adorar saber, então fique a vontade para deixar o seu comentário aqui abaixo 👇🏻

Namastê!

Como acabar com o bloqueio mental usando os Mapas Mentais

Você já sentiu que não consegue ir em frente com algum projeto por bloqueio mental? Algum texto ou ideia que não consegue desenvolver, por não conseguir clarear os pensamentos?

Há um bom tempo atrás eu descobri, sem querer, uma técnica que tem me ajudado muito a superar os bloqueios mentais. Este post tem o intuito de compartilhar essa técnica com vocês!

Primeiramente, vale a pena saber que nossa mente pode operar de duas formas distintas: no modo difuso ou no modo focado. O modo focado é o modo analítico, racional, ou seja, que exige total concentração de pensamento. Já o modo difuso é um estado de pensamento mais relaxado, e é nesse modo que, normalmente, operamos a nossa mente de maneira criativa.

O Clustering, ou Mind Mapping (Mapa Mental), é uma forma de registro de pensamentos no modo difuso.

Para colocar essa ferramenta em prática, basta papel, caneta e seguir conforme abaixo:

1. Coloque a folha na horizontal. Quando o papel está na vertical, você se limita a seguir apenas uma direção na sua escrita, uma vez que seu cérebro te induz a dissertar ou escrever uma lista. Por outro lado, com o papel na Horizontal, nós temos múltiplas possibilidades de direção.
2. Escreva o assunto no centro da folha, com um círculo em volta.
3. Ao redor da folha, escreva qualquer coisa que lhe venha à mente sobre o tema. Procure não julgar o que está escrevendo, não existe certo ou errado, apenas deixe fluir!

Encontrei nessa ferramenta uma ótima forma de aliviar a mente do estresse causado pelo bloqueio. Uso ela pra tudo, projetos pessoais, profissionais, bem como para assuntos de ordem emocional com os quais não estou sabendo lidar. Espero que te ajude também! 🙂

Ah! E quer saber como conheci o Clustering?

Foi através do material de apoio do curso online “Learning How To Learn”, que recomendo fortissimamente. Segue o link caso queira acessar: https://www.coursera.org/learn/learning-how-to-learn

Namastê e até a próxima.

3 Exercícios de respiração do Yoga para dormir melhor

No vídeo de hoje eu trouxe 3 exercícios de pranayama, ou seja, exercícios de respiração da Yoga que podem ajudar quando estamos com dificuldade para dormir.

Hoje sabemos que existem muitos fatores que atrapalham o nosso sono. Dentre eles, alguns requerem ajuda médica, como no caso da apneia, outros têm a ver com os nossos hábitos, como, por exemplo, o hábito de assistir TV ou ficar no celular logo antes de dormir.

No entanto, é comum que, mesmo excluindo os fatores acima, tenhamos dificuldade para cair no sono. Normalmente essa dificuldade está associada à sensação de que o “cérebro não desligou”. A mente continua ativa, um turbilhão de pensamentos nos afasta do estado de relaxamento necessário para que embarquemos no sono.
É em casos assim que os pranayamas podem nos ajudar de forma surpreendente!

1º exercício

O primeiro exercício que proponho, é o simples fato de parar para observar a sua respiração. Isso pode ser um pouco difícil no começo, porque os pensamentos irão desviar sua atenção, mas não desista! Se você se pegou pensando em algo aleatório, volte tranquilamente a focar na respiração. Faça isso quantas vezes forem necessárias até pegar no sono.

2º exercício

Chandra Bedana – O Yoga, além de ser uma prática, também é uma filosofia, uma filosofia que acredita que somos feitos de matéria e também de energia! Nesse exercício, iremos isolar a nossa respiração na narina esquerda, que é o local por onde supostamente passa um canal responsável pela energia lunar. Estimular a respiração por esse canal produz efeito calmante e por esse motivo é um ótimo exercício para praticar antes de dormir.

3º exercício

Ujjayi – Essa técnica é fantástica: induz a um estado de completo relaxamento. Pode ser que você tenha dificuldade para produzir o som logo de cara. No entanto, acredito que basta apenas um pouco de prática e você irá perceber os efeitos rapidamente. ATENÇÃO: Contraia gentilmente a glote, não queremos agredir a garganta com esse exercício!

Por hoje é só, galerinha! Espero que tenham gostado do conteúdo do texto e do vídeo. Fiquem a vontade para deixar comentário 🙂

Namastê!

O Segredo da Autodisciplina

Você se considera uma pessoa disciplinada?

No vídeo de hoje eu compartilho com vocês um segredo que eu descobri a respeito de autodisciplina!

Bem, o exemplo que eu uso lá é bem banal, mas você pode criar o hábito de se perguntar “Por que eu quero isso?” pra tudo na sua vida.

A partir do momento que passamos a nos conhecer melhor, criamos a oportunidade de adaptar as nossas ações de maneira que elas estejam alinhadas com o nosso real propósito.

Agindo dessa forma, tenho certeza que será muito mais fácil pra qualquer um ser uma pessoa disciplinada.

É surpreendente como ter clareza pode nos ajudar a sermos pessoas mais felizes!

Enfim, se você se sentir a vontade, deixe o seu comentário aqui embaixo. Adoraria saber se você está curtindo esse tipo de conteúdo 🙂

Namastê!

5 Hábitos que mudaram a minha vida

Confesso que este vídeo eu relutei um pouco a colocar no ar, porque ele foi gravado durante o meu processo de transição capilar.

Logo depois de assistir, não conseguia me desprender do pensamento de que meu cabelo estava terrível!

E eu ficava tentando achar outros defeitos no vídeo que justificassem eu ter que regravá-lo, até que eu decidi ouvir o áudio sem olhar pra imagem.

Então me dei conta de que tais defeitos não existiam realmente. E, embora , a mensagem foi passada de coração, fora que as “cenas por trás das câmeras” estão realmente engraçadas, rs, então por que eu deveria abrir mão desse material por causa do meu cabelo?

Dessa maneira eu consegui superar a autocrítica e resolvi passar a mensagem assim mesmo, afinal, a essência está toda aí:

5 Hábitos que mudaram minha vida

– Ir atrás daquilo que eu desejo, sem me afetar com a opinião dos outros
– Praticar danças femininas
– Praticar Yoga
– Parar de jogar a responsabilidade dos meus problemas sobre os outros (chega de mimimi)
– Decidir ter uma vida mais leve

Espero que tenham curtido!

Inclusive, quem quiser saber mais sobre transição capilar, ou compartilhar a sua vivência sobre isso, deixe um comentário. Quem sabe logo mais eu gravo um vídeo falando a respeito!

Namastê 🙂