auto conhecimento

Qual é a sua tribo?

Se eu te perguntar “Qual é a sua tribo?”, você saberá responder?

A necessidade de pertencer a um grupo sempre foi objeto de estudo através da história. O psicólogo Abraham Maslow, conhecido pela Teoria da Hierarquia das Necessidades Humanas, mais conhecida como Pirâmide de Maslow, é um dos exemplos.

Todos nós temos necessidades sociais, de amor e de afeição. No entanto, podemos encontrar algumas armadilhas na tentativa de pertencer a um grupo. Uma delas é quando perdemos nosso tempo nos esforçando para ser alguém que não somos, para que sejamos aceitos.

No vídeo de hoje, para ilustrar essa situação, me utilizei da interpretação do arquétipo do Patinho Feio, contida no Livro “Mulheres que correm com os lobos”, de Clarissa Pinkola Estés.

Ela propõe que você se imagine sendo um cisne que tenta ser um rato. Imagine você tendo que fingir sendo bem pequeno e cinzento, imagine você tendo uma calda comprida, e tendo que andar como um rato. Seria bem difícil, não é mesmo? Porém é assim que agimos muitas vezes, no intuito de atender às expectativas alheias.

Na estória, o Patinho Feio passa um bom tempo vagueando, instintivamente em busca da sua verdadeira família. E é o que Clarissa propõe como alternativa: gastar seu tempo buscando a sua tribo é melhor do que passar uma eternidade tentando ser quem você não é!

Mas, e como saber qual é a sua tribo?

Primeiro se conheça, tenha clareza de quais são as coisas que te atraem, e vá em busca delas. Será inevitável que se depare com pessoas que estão buscando as mesmas coisas e, portanto, terão afinidades com você.

Aqui na Mandala temos inúmeros exemplos de pessoas que vieram procurar por uma atividade física, ou um desafio, ou uma maneira de se expressar, e acabaram formando verdadeiras comunidades!

Não tenha medo de seguir a sua intuição, de ir atrás daquilo que você gosta. Não se importe com os comentários das pessoas que tentam te frustrar. Certamente elas não fazem parte da sua tribo, e não há mal nenhum nisso. Somente significa que é difícil pra elas entenderem a importância daquilo pra você. Simplesmente agradeça o comentário, siga em frente com os seus sonhos e procure a sua tribo!

Namastê 🙂

Você comemora suas pequenas vitórias?

O tema de hoje, “Você comemora suas pequenas vitórias?” surgiu através de uma sacada que tive, após receber um elogio em uma consultoria do SEBRAE.

A princípio pode parecer um tanto quanto narcisista comemorar por um mero elogio, certo? Porém, o fato é que, ao comemorar uma pequena vitória, estamos gerando um estímulo para seguirmos em frente.

No passado, era muito comum eu me pegar pensando da seguinte forma: só ficarei feliz na hora em que estiver perfeito. Aqueles que são perfeccionistas saberão bem como é pensar assim. Não há nada mais frustrante do que nunca alcançarmos as nossas próprias expectativas. E com a frustração vem o desânimo, a sensação de que não somos capazes, a paralisia!

Lembra o post passado, onde eu falei sobre a Lei da Atração? O terceiro passo trata-se justamente de “permitir-se”. Muito provavelmente o fato de não nos permitirmos comemorar uma pequena etapa do nosso processo, esconde a crença limitante de que “não merecemos, pois não somos bons o bastante”.

Que tal repensar isso para o seu próprio bem?

Incluindo na sua vida o hábito de comemorar as pequenas vitórias, você trará mais energia para o seu dia. Além disso, você estará fortalecendo sua vontade de superar os obstáculos, pois sabe que o aprendizado não está na conquista de um grande objetivo, e sim no processo até chegar a ele.

Namastê!

3 Exercícios de respiração do Yoga para dormir melhor

No vídeo de hoje eu trouxe 3 exercícios de pranayama, ou seja, exercícios de respiração da Yoga que podem ajudar quando estamos com dificuldade para dormir.

Hoje sabemos que existem muitos fatores que atrapalham o nosso sono. Dentre eles, alguns requerem ajuda médica, como no caso da apneia, outros têm a ver com os nossos hábitos, como, por exemplo, o hábito de assistir TV ou ficar no celular logo antes de dormir.

No entanto, é comum que, mesmo excluindo os fatores acima, tenhamos dificuldade para cair no sono. Normalmente essa dificuldade está associada à sensação de que o “cérebro não desligou”. A mente continua ativa, um turbilhão de pensamentos nos afasta do estado de relaxamento necessário para que embarquemos no sono.
É em casos assim que os pranayamas podem nos ajudar de forma surpreendente!

1º exercício

O primeiro exercício que proponho, é o simples fato de parar para observar a sua respiração. Isso pode ser um pouco difícil no começo, porque os pensamentos irão desviar sua atenção, mas não desista! Se você se pegou pensando em algo aleatório, volte tranquilamente a focar na respiração. Faça isso quantas vezes forem necessárias até pegar no sono.

2º exercício

Chandra Bedana – O Yoga, além de ser uma prática, também é uma filosofia, uma filosofia que acredita que somos feitos de matéria e também de energia! Nesse exercício, iremos isolar a nossa respiração na narina esquerda, que é o local por onde supostamente passa um canal responsável pela energia lunar. Estimular a respiração por esse canal produz efeito calmante e por esse motivo é um ótimo exercício para praticar antes de dormir.

3º exercício

Ujjayi – Essa técnica é fantástica: induz a um estado de completo relaxamento. Pode ser que você tenha dificuldade para produzir o som logo de cara. No entanto, acredito que basta apenas um pouco de prática e você irá perceber os efeitos rapidamente. ATENÇÃO: Contraia gentilmente a glote, não queremos agredir a garganta com esse exercício!

Por hoje é só, galerinha! Espero que tenham gostado do conteúdo do texto e do vídeo. Fiquem a vontade para deixar comentário 🙂

Namastê!

O Segredo da Autodisciplina

Você se considera uma pessoa disciplinada?

No vídeo de hoje eu compartilho com vocês um segredo que eu descobri a respeito de autodisciplina!

Bem, o exemplo que eu uso lá é bem banal, mas você pode criar o hábito de se perguntar “Por que eu quero isso?” pra tudo na sua vida.

A partir do momento que passamos a nos conhecer melhor, criamos a oportunidade de adaptar as nossas ações de maneira que elas estejam alinhadas com o nosso real propósito.

Agindo dessa forma, tenho certeza que será muito mais fácil pra qualquer um ser uma pessoa disciplinada.

É surpreendente como ter clareza pode nos ajudar a sermos pessoas mais felizes!

Enfim, se você se sentir a vontade, deixe o seu comentário aqui embaixo. Adoraria saber se você está curtindo esse tipo de conteúdo 🙂

Namastê!

Sejam Bem Vindos!

Olá, pessoal, sejam muito bem vindos ao Essencialize-se!

Meu nome é Paula, eu sou fundadora da Mandala – Núcleo de Artes e professora de Yoga.

Desde que decidi abrir a Mandala, sabia que deveria ser um local onde as pessoas se sentissem bem, um lugar onde poderiam se proteger de todo o estresse e confusão do dia a dia. Enfim, não se trata de uma missão apenas com a Arte, mas também com pessoas.

E foi observando as pessoas, e sobretudo a mim mesma, que pude entender cada vez mais sobre o meu propósito, e sobre o movimento que consigo observar em todos aqueles que se colocam dispostos a fazer algo tão especial por suas vidas, quanto o é praticar uma dança, yoga, pilates, teatro, canto, circo etc.

Então senti a necessidade de falar sobre o processo de se auto conhecer e de reconhecer que somos todos parte da mesma energia universal: estamos todos em busca da nossa essência, e esse é um caminho intrigante que merece ser compartilhado!

Espero que curtam e se sintam a vontade para interagir! 🙂

Namastê!