Yoga

Yoga não é pra mim

Porque algumas pessoas acham que a prática da Yoga não é pra elas?

Costumo dizer que a Yoga simula a própria vida. Ela é feita tanto de momentos que exigem força, resistência, flexibilidade, equilíbrio, quanto de momentos de relaxamento. Pense quão maravilhoso seria poder passar por cada um desses momentos da vida com serenidade. Pois é, é isso o que a Yoga propicia e que você está perdendo a chance de usufruir!

Não estou dizendo que é fácil, que basta começar a praticar para conquistar a plenitude. Mas digo com convicção que, desde que você compreenda o segredo da Yoga, logo irá perceber os benefícios.

O segredo não está naquelas posturas que vemos, onde as pessoas parecem ter dado um nó, ou que parecem ser super acrobáticas. O segredo está em saber parar, focar a atenção em si mesmo, manter a respiração consciente e tranquila, e buscar relaxar a mente durante o esforço. É o tal do equilíbrio entre o corpo e a mente que sempre ouvimos falar.

Quanto mais difícil o asana, mais dificuldade eu vou ter em controlar tudo isso. Mas pra quê me preocupar em fazer uma inversão sobre a cabeça, por exemplo, se eu tenho dificuldade em apenas sentar e parar para observar minha respiração?

Aqueles que dizem “Yoga não é pra mim, por que eu sou muito agitado” são, muitas vezes, os que mais precisam de Yoga!

Se eu puder te dar uma dica valiosa, essa dica é: Reserve um tempo pra você parar e se observar. Acredite, isso não é perda de tempo! Você não precisa estar o tempo todo produzindo, fazendo coisas, sendo útil para os outros. A vida não é essa correria desenfreada, tem que haver algo além disso tudo. Esse algo está dentro de você, e só pode ser encontrado se você souber silenciar o barulho, externo e interno também.

Você está com sobrepeso? A Yoga pode te ajudar a perder peso e te manter saudável. Você está sedentário(a)? A Yoga é altamente indicada. Tem pressão alta ou algum problema de coluna ou articular? A Yoga é facilmente adaptável para o seu caso. Se acha muito velho(a) para começar? Saiba que muitos são os benefícios da prática para a terceira idade. Sofre de insônia, estresse, ansiedade e crises de pânico? Tenho certeza de que vai encontrar na Yoga uma arma valiosa contra esses males. Seja qual for a sua desculpa, saiba, a Yoga é sim pra você!

Namastê 🙂

O segredo das posturas de equilíbrio da Yoga

Como muitos já sabem, eu sou instrutora de Yoga, e nas minhas aulas de Hatha é muito interessante ver como as pessoas se comportam quando proponho uma postura de equilíbrio.

Pode parecer simples permanecer com um dos pés suspenso do chão, mas não é. E quando os alunos iniciantes percebem isso, ficam surpresos. É muito comum que eles fiquem visivelmente frustrados com o fato de não conseguirem se estabilizar. Eles franzem a testa, bufam, ralham consigo mesmos, e quando não agem assim, geralmente têm uma crise de riso nervoso.

Eu procuro enfatizar que é necessário que sejam gentis com eles mesmos nesse momento. Afinal, sempre que nos propomos a realizar algo novo, algo que não executamos no nosso dia a dia, o cérebro exige um tempo para processar.

Além disso, são muitos os fatores que podem favorecer ou desfavorecer o equilíbrio: posição do pé, do joelho, do quadril, do tronco e da cabeça, olhar, respiração, (des)concentração…

Por esse motivo o exercício de equilíbrio começa sempre com a auto-observação, etapa que, quase sempre, os alunos preferem pular. Eles estão ansiosos para se verem executando perfeitamente o ásana (postura)! Não percebem que o benefício da prática das posturas de equilíbrio está muito mais no processo que está acontecendo, já na tentativa de equilibrar-se, muito mais do que quando se alcança a postura final.

E não é que é assim também com a nossa vida?

Quantas vezes banalizamos o momento presente, investindo energia apenas na produção de pensamentos do tipo “quando eu conseguir tal coisa…”, “quando eu chegar lá…”?

Se pararmos para pensar, a riqueza da vida está muito mais no caminho que percorremos. O curto momento em que alcançamos um objetivo é apenas o resultado das nossas pequenas vitórias somadas.

E o equilíbrio?

Bem, sabemos que até o objeto mais estático é composto por partículas que se movem constantemente. Portanto, acredite, não há nada de errado na oscilação! Como disse Albert Einstein: “A vida é igual andar de bicicleta. Para manter o equilíbrio é preciso se manter em movimento.”.

Namastê!

3 Exercícios de respiração do Yoga para dormir melhor

No vídeo de hoje eu trouxe 3 exercícios de pranayama, ou seja, exercícios de respiração da Yoga que podem ajudar quando estamos com dificuldade para dormir.

Hoje sabemos que existem muitos fatores que atrapalham o nosso sono. Dentre eles, alguns requerem ajuda médica, como no caso da apneia, outros têm a ver com os nossos hábitos, como, por exemplo, o hábito de assistir TV ou ficar no celular logo antes de dormir.

No entanto, é comum que, mesmo excluindo os fatores acima, tenhamos dificuldade para cair no sono. Normalmente essa dificuldade está associada à sensação de que o “cérebro não desligou”. A mente continua ativa, um turbilhão de pensamentos nos afasta do estado de relaxamento necessário para que embarquemos no sono.
É em casos assim que os pranayamas podem nos ajudar de forma surpreendente!

1º exercício

O primeiro exercício que proponho, é o simples fato de parar para observar a sua respiração. Isso pode ser um pouco difícil no começo, porque os pensamentos irão desviar sua atenção, mas não desista! Se você se pegou pensando em algo aleatório, volte tranquilamente a focar na respiração. Faça isso quantas vezes forem necessárias até pegar no sono.

2º exercício

Chandra Bedana – O Yoga, além de ser uma prática, também é uma filosofia, uma filosofia que acredita que somos feitos de matéria e também de energia! Nesse exercício, iremos isolar a nossa respiração na narina esquerda, que é o local por onde supostamente passa um canal responsável pela energia lunar. Estimular a respiração por esse canal produz efeito calmante e por esse motivo é um ótimo exercício para praticar antes de dormir.

3º exercício

Ujjayi – Essa técnica é fantástica: induz a um estado de completo relaxamento. Pode ser que você tenha dificuldade para produzir o som logo de cara. No entanto, acredito que basta apenas um pouco de prática e você irá perceber os efeitos rapidamente. ATENÇÃO: Contraia gentilmente a glote, não queremos agredir a garganta com esse exercício!

Por hoje é só, galerinha! Espero que tenham gostado do conteúdo do texto e do vídeo. Fiquem a vontade para deixar comentário 🙂

Namastê!

5 Hábitos que mudaram a minha vida

Confesso que este vídeo eu relutei um pouco a colocar no ar, porque ele foi gravado durante o meu processo de transição capilar.

Logo depois de assistir, não conseguia me desprender do pensamento de que meu cabelo estava terrível!

E eu ficava tentando achar outros defeitos no vídeo que justificassem eu ter que regravá-lo, até que eu decidi ouvir o áudio sem olhar pra imagem.

Então me dei conta de que tais defeitos não existiam realmente. E, embora , a mensagem foi passada de coração, fora que as “cenas por trás das câmeras” estão realmente engraçadas, rs, então por que eu deveria abrir mão desse material por causa do meu cabelo?

Dessa maneira eu consegui superar a autocrítica e resolvi passar a mensagem assim mesmo, afinal, a essência está toda aí:

5 Hábitos que mudaram minha vida

– Ir atrás daquilo que eu desejo, sem me afetar com a opinião dos outros
– Praticar danças femininas
– Praticar Yoga
– Parar de jogar a responsabilidade dos meus problemas sobre os outros (chega de mimimi)
– Decidir ter uma vida mais leve

Espero que tenham curtido!

Inclusive, quem quiser saber mais sobre transição capilar, ou compartilhar a sua vivência sobre isso, deixe um comentário. Quem sabe logo mais eu gravo um vídeo falando a respeito!

Namastê 🙂