Positividade

Expectativa X Realidade

E finalmente aconteceu o nosso grande espetáculo deste ano: Os Extraordinários!

Só posso dizer que foi realmente incrível e que os feedbacks foram os melhores possíveis. Foi lindo ouvir dos alunos que eles estão gratos pela transformação que as aulas proporcionaram às suas vidas!

Pensando em tudo isso, fiz uma reflexão que eu gostaria de compartilhar com vocês…

Sabe aquela brincadeirinha que rola pela internet, sobre expectativas x realidade? Pois é, posso dizer que o que acontece nesses espetáculos normalmente é o inverso. As pessoas criam uma expectativa de que irão pagar algum tipo de mico no palco, de que irão errar tudo, ter um branco. No entanto, por fim sai tudo lindo, e elas mesmas se surpreendem com a própria superação.

Isso mostra que essas pessoas são reais, com dificuldades reais, que têm medo como todas as outras. Porém, o que as diferenciam das demais, é que, apesar de tudo, elas dão uma chance a si mesmas!

Fico realmente muito feliz em ver que esses alunos se permitiram passar pela experiência, e conseguiram perceber que são capazes de realizar coisas extraordinárias.

Por esse motivo, gostaria de dizer, principalmente a você, que ainda não tomou coragem de se apresentar, ou até mesmo você que nem se permitiu fazer uma aula:

Faça! Se jogue! Não deixe que seus medos e inseguranças te impeçam de desfrutar momentos especiais como esses. Tenho certeza de que irá se surpreender com aquilo que você é capaz de fazer!

Parabéns mais uma vez aos Extraordinários. Grande beijo a todos e… Namastê!

Como transformar um sonho em uma META

Você sabe a diferença entre um sonho e uma meta?

Bem, já falei num post passado que, para se ter sucesso, é preciso ter metas ao invés de apenas sonhos. A principal diferença entre uma coisa e outra, é que uma meta é tangível, ou seja, palpável.

E como fazemos para tornar um sonho tangível? É muito simples se você souber responder às perguntas que eu ensino mais a frente.

Antes disso, quero saber o seguinte: você já parou pra pensar quais são seus sonhos, ou seja, seus objetivos a curto, médio e longo prazo? Se não tem muita clareza sobre isso, a técnica dos mapas mentais que eu ensinei há um tempo atrás poderá ajudar muito!

Depois que você tiver isso definido, você pode começar a se fazer as perguntas que a ferramenta SMART propõe. Vamos lá…

Específica

Uma meta precisa ser específica, para isso tenha uma resposta objetiva para cada uma das seguintes perguntas:

O que?

O que você quer? (ex: quero fazer uma viagem)

Quem?

Tem alguém mais envolvido nesses planos? (ex: meu namorado)

Onde?

Para onde eu quero viajar (ex: para a Tailândia)

Mensurável

Quanto?

Quando você define exatamente o Quanto de dinheiro, tempo/dedicação precisará dispor para conquistar seu objetivo, fica mais fácil administrar seus recursos. Além disso, é importantíssimo saber o quanto você está disposto a abrir mão de outras vontades para realizar sua meta. (ex: X reais ou X horas de trabalho focado)

Atingível

Uma meta precisará ser, necessariamente, realista. Para saber se o seu sonho é atingível, você precisará encontrar uma resposta para a seguinte pergunta:

Como?

Não sabe como? Uma ótima dica é pesquisar se alguma outra pessoa conseguiu alcançar aquilo que você quer, e então tentar descobrir quais foram os passos que ela seguiu para poder reproduzi-los. (ex: fazer brigadeiro em casa e vendê-los para os colegas de trabalho, família e amigos)

Relevante

Na minha opinião a pergunta a seguir é uma das mais importantes:

Por que?

Por que você quer atingir esse objetivo? Se a resposta para essa pergunta for vaga demais, sinto lhe informar que talvez você nem venha a realizá-lo. Quando você tem um propósito bem definido, consequentemente você estará apto a conquistar o que deseja! (ex: porque tenho uma conexão forte com a Tailândia e sei que será uma experiência espiritual incrível)

Temporal

Quando?

Quanto mais específico for o prazo que você determinar para alcançar sua meta, melhor. Por isso, evite estipular prazos do tipo “daqui a dois meses”, porque amanhã “daqui a dois meses” virou outra data, rs. (ex: em 03/09/2019)

Para lembrar com mais facilidade dessas perguntas essenciais, grave esta única sigla: 4Q – 1POC (4Q = o que, quem, quando e quanto, 1POC = por que, onde e como).

Se você conseguiu responder a todas essas perguntas, parabéns! Você está no caminho certo para conquistar tudo o que deseja!

Uma última dica importante: não responda às perguntas apenas na sua cabeça, escreva-as no papel. Dessa forma você estará reforçando sua meta 😉

Enfim… espero que tenham gostado desse conteúdo. Fiquem a vontade para comentar e compartilhar.

Namastê!

Yoga não é pra mim

Porque algumas pessoas acham que a prática da Yoga não é pra elas?

Costumo dizer que a Yoga simula a própria vida. Ela é feita tanto de momentos que exigem força, resistência, flexibilidade, equilíbrio, quanto de momentos de relaxamento. Pense quão maravilhoso seria poder passar por cada um desses momentos da vida com serenidade. Pois é, é isso o que a Yoga propicia e que você está perdendo a chance de usufruir!

Não estou dizendo que é fácil, que basta começar a praticar para conquistar a plenitude. Mas digo com convicção que, desde que você compreenda o segredo da Yoga, logo irá perceber os benefícios.

O segredo não está naquelas posturas que vemos, onde as pessoas parecem ter dado um nó, ou que parecem ser super acrobáticas. O segredo está em saber parar, focar a atenção em si mesmo, manter a respiração consciente e tranquila, e buscar relaxar a mente durante o esforço. É o tal do equilíbrio entre o corpo e a mente que sempre ouvimos falar.

Quanto mais difícil o asana, mais dificuldade eu vou ter em controlar tudo isso. Mas pra quê me preocupar em fazer uma inversão sobre a cabeça, por exemplo, se eu tenho dificuldade em apenas sentar e parar para observar minha respiração?

Aqueles que dizem “Yoga não é pra mim, por que eu sou muito agitado” são, muitas vezes, os que mais precisam de Yoga!

Se eu puder te dar uma dica valiosa, essa dica é: Reserve um tempo pra você parar e se observar. Acredite, isso não é perda de tempo! Você não precisa estar o tempo todo produzindo, fazendo coisas, sendo útil para os outros. A vida não é essa correria desenfreada, tem que haver algo além disso tudo. Esse algo está dentro de você, e só pode ser encontrado se você souber silenciar o barulho, externo e interno também.

Você está com sobrepeso? A Yoga pode te ajudar a perder peso e te manter saudável. Você está sedentário(a)? A Yoga é altamente indicada. Tem pressão alta ou algum problema de coluna ou articular? A Yoga é facilmente adaptável para o seu caso. Se acha muito velho(a) para começar? Saiba que muitos são os benefícios da prática para a terceira idade. Sofre de insônia, estresse, ansiedade e crises de pânico? Tenho certeza de que vai encontrar na Yoga uma arma valiosa contra esses males. Seja qual for a sua desculpa, saiba, a Yoga é sim pra você!

Namastê 🙂

Como acabar com o bloqueio mental usando os Mapas Mentais

Você já sentiu que não consegue ir em frente com algum projeto por bloqueio mental? Algum texto ou ideia que não consegue desenvolver, por não conseguir clarear os pensamentos?

Há um bom tempo atrás eu descobri, sem querer, uma técnica que tem me ajudado muito a superar os bloqueios mentais. Este post tem o intuito de compartilhar essa técnica com vocês!

Primeiramente, vale a pena saber que nossa mente pode operar de duas formas distintas: no modo difuso ou no modo focado. O modo focado é o modo analítico, racional, ou seja, que exige total concentração de pensamento. Já o modo difuso é um estado de pensamento mais relaxado, e é nesse modo que, normalmente, operamos a nossa mente de maneira criativa.

O Clustering, ou Mind Mapping (Mapa Mental), é uma forma de registro de pensamentos no modo difuso.

Para colocar essa ferramenta em prática, basta papel, caneta e seguir conforme abaixo:

1. Coloque a folha na horizontal. Quando o papel está na vertical, você se limita a seguir apenas uma direção na sua escrita, uma vez que seu cérebro te induz a dissertar ou escrever uma lista. Por outro lado, com o papel na Horizontal, nós temos múltiplas possibilidades de direção.
2. Escreva o assunto no centro da folha, com um círculo em volta.
3. Ao redor da folha, escreva qualquer coisa que lhe venha à mente sobre o tema. Procure não julgar o que está escrevendo, não existe certo ou errado, apenas deixe fluir!

Encontrei nessa ferramenta uma ótima forma de aliviar a mente do estresse causado pelo bloqueio. Uso ela pra tudo, projetos pessoais, profissionais, bem como para assuntos de ordem emocional com os quais não estou sabendo lidar. Espero que te ajude também! 🙂

Ah! E quer saber como conheci o Clustering?

Foi através do material de apoio do curso online “Learning How To Learn”, que recomendo fortissimamente. Segue o link caso queira acessar: https://www.coursera.org/learn/learning-how-to-learn

Namastê e até a próxima.

7 dicas valiosas para ter sucesso na vida – Parte 2

Se você não leu à Parte 1 deste post, recomendo fortemente que leia antes de continuar. É só clicar aqui.

Bem, agora que você já conhece a Teoria das Necessidades Humanas de Maslow, e também as 3 primeiras dicas para ter sucesso, está na hora de ter acesso às demais. Aí vão:

DICA 4

Se você continuar fazendo as mesmas coisas que você sempre fez, vai continuar tendo os mesmos resultados. Você está insatisfeito(a) com alguma coisa em sua vida? Então porque continua agindo sempre da mesma forma? Você acha que é vítima das circunstâncias? Ou sabe, de alguma forma, que tudo o que acontece com você é um reflexo de como você se comporta?

Como eu havia dito, todas as dicas estão obrigatoriamente relacionadas com a DICA 1. Você precisa se conhecer, saber quais são as ações que acaba executando automaticamente, muitas vezes sem perceber. Somente assim será capaz de perceber quais atitudes suas estão te levando a obter os mesmos resultados indesejados.

DICA 5

Pare de responsabilizar os outros pelos seus problemas. Mais uma vez: Tem certeza que a culpa é sempre do outro? Você é a vítima e não pode fazer nada para evitar a situação afinal?

Quando assumimos as rédeas da nossa própria vida, um leque enorme de possibilidades surge à nossa frente. E isso é ótimo, pois o nosso sucesso não estará mais condicionado à atitude daqueles que nos cercam. Pense nisso!

DICA 6

Estabeleça metas. Você sabe a diferença entre sonho e meta? Um sonho é algo intangível, ou seja, algo que não pode ser medido. Porém, a meta é totalmente tangível. Quando você estabelece uma meta, significa que você respondeu a todas estas perguntas: O que eu quero? Por que eu quero? Como eu faço para alcançar? Quem pode me ajudar? Quando eu quero alcançar? Onde será? Quanto vai custar?

DICA 7

Se espelhe em pessoas que já atingiram o sucesso, mas não qualquer sucesso, o sucesso que você deseja. Você quer ser uma executiva de sucesso, mas perde horas acessando o perfil de blogueiras de moda no Instagram? Dessa maneira você pode até aprender a se vestir como uma executiva de sucesso, mas nunca aprenderá a fazer o que uma executiva faz para ter sucesso.

O espelhamento é uma ferramenta poderosíssima para alcançar o sucesso. No entanto, escolha com total consciência quem são as pessoas que você quer espelhar. Informe-se sobre a sua biografia. Como foi que ela chegou onde chegou? Que tipo de postura ela adota? De que maneira ela organiza a sua rotina, e como essa rotina está relacionada aos seus objetivos?

Eu poderia passar horas falando e escrevendo sobre cada uma das dicas, isso dá muito pano pra manga! Quem sabe eu faça um post me aprofundando mais em cada uma delas… Se isso te anima, me ajude a saber comentando logo abaixo 😉

Namastê!